segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Winter Break: Christmas

Como alguns já devem saber, nos países do hemisfério norte, onde o inverno é em dezembro/janeiro, as férias que seriam as 2 ou 3 semanas de férias em julho no Brasil (nosso inverno), é o Winter Break que temos aqui.
Portanto, do dia 22 de dezembro até dia 6 de janeiro estou de "férias aqui", mas desde então não fiz nada de especial!

A prima da Mariana chegou do México dia 19 de dezembro para ficar aqui até dia 1º de janeiro para visitá-la, o nome dela é Ana e ela ficou aqui na nossa host family, no quarto com a Mariana.

Como já falei, até agora no meu Break não fiz nada de especial além de dormir até meio-dia, ir no shopping alguns dias e ir patinar no gelo em outros.
 E o frio...
Claro que não é todo dia assim, mas teve 2 dias que deu temperatura com sensação abaixo de -30ºC, mas tá fazendo uma média de -15ºC,  o que, comparado a -30ºC não é NADA!
Para vocês terem uma noção do FRIO que é...quando tá -20ºC ou menos é quando seu cabelo ou seus cílios congelam! Aí sim é muito, muito frio! Agora quando faz -10ºC eu já não sinto frio nenhum, se fizer -5ºC então vou poder sair de manga curta! hahahaha

O Natal foi o mais sem graça possível. A Laurie teve que trabalhar na véspera, e o Jay e as meninas foram ter a ceia na casa da vó, e falaram que não podiam nos levar porque a casa lá era pequena e não dava pra nós quatro (eu, Mariana, Ana e a outra brasileira daqui).  Até que compreensível, mas a comida da nossa ceia ficou por nossa conta. Se dependesse de mim, da Mariana e da Gabriela (a brasileira), íamos jantar miojo e coca-cola na nossa ceia de Natal, mas para a nossa sorte a Ana sabe cozinhar! E fez uma lasanha bolonhesa que ficou muito boa! Não sabíamos o que fazer de sobremesa, então eu e a Mariana, para não parecermos tão inúteis na cozinha, arriscamos fazer um bolo daqueles que a massa vem numa caixa e só precisa acrescentar alguns ingredientes e colocar no forno (coisa que qualquer criatura consciente sabe fazer, e eu nunca tinha tentado antes, rsrs).
E não é que ficou bom? O bolo era sabor baunilha e, como já esperado, não sabíamos fazer uma cobertura descente para o bolo, pegamos tipo um chantilly que tinha aqui, espalhamos no topo do bolo, e, para dar mais uma enfeitada, joguei granulado! (que eu tinha comprado há 2 meses atrás pra fazer brigadeiro e não fiz). E assim foi o 2º bolo que fiz na minha vida (sou uma incompetente na cozinha, I know!). Não foi a sobremesa mais apropriada para uma ceia de Natal, mas, acreditem ou não, FICOU MUITO BOM! - é sério, mãe!

Lasanha bolognesa e bolo de baunilha, de pijama, como se fosse um dia comum...certamente foi um Natal diferente, sem família, sem fotos, sem peru, sem a comida deliciosa da minha vó, sem piada do "é pavê ou pacume??", sem tia chata perguntando como vão os gatinhos, sem Papai Noel (ok, isso já faz um tempo, kkk), e sem outros clássicos de Natal....
Confesso que foi um pouco triste, sim, mas valeu a experiência só pela parte que consegui fazer um bolo que ficou bom!

No dia do Natal mesmo, 25/12, as minhas host sisters canadenses, Kaily and Ainsley (8 e 9 anos) me acordaram às 8h30 da manhã, entrando todas felizes no meu quarto: "Gi, Gi! Santa came and left presents for everyone! Come open it with us!!" Fofas, né? hahahah eu não queria levantar a aquela hora, maas lá fui eu ver os presentes que o "Santa Claus" tinha deixado. As meninas fizeram questão de que cada um abrisse seu presente de um vez para que elas pudessem ver todos os presentes, então começamos pelos presentes deixados pelo "Papai Noel" na stocking (aquelas meias penduradas na parede onde o "Santa" deixa os presentes). Eu, a Mariana e a Gabriela ganhamos a mesma coisa cada uma: chocolates, esmaltes e um par de meias de inverno.

Mas além disso, é claro, teve o presente da família para mim, que foi um moletom do time da minha escola.
A Mariana e a Gabriela ganharam o mesmo também, mas em cores diferentes.
Da Mariana ganhei um suéter, bem bonito por sinal! E da Gabriela não ganhei nada, assim como ela não deu presente para ninguém. (not my problem...)
Para o Jay eu dei uma camisa dos Jets, time de Hockey daqui. Para a Laurie dei um kit de cremes e perfume. Para  Kaily e Ainsley, eu e as meninas (Mariana e Gabriela) demos um carro da Barbie com controle remoto (coisa que não existia na época que eu brincava de Barbie, rsrs). Para a Mariana dei um suéter e para a Gabriela dei um creme hidratante.

No dia seguinte, 26/12, eles fizerem um jantar aqui que era pra valeu como a ceia de Natal, já que a Laurie estava trabalhando na noite do dia 24/12. Uns parentes deles vieram aqui e ganhei mais algumas coisas:
um pacote de castanhas do irmão da Laurie e um cartão com $30 de um parente que nem sei direito quem era...BUT NOT BAD, right?!?

Se algum intercambista estiver lendo e quiser compartilhar comigo como foi seu Natal no intercâmbio, a caixa de comentários está logo aqui a baixo e vou adorar saber!

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Christmas dinner + Ice Skating

Dia 18/12, a escola levou nós, intercambistas, para um museu e depois para o Forks para patinar no gelo e depois jantar na "Spaghetti Factory of Winnipeg"...tudo de graça!


Tivemos até a 3ª aula na escola, e na hora do recreio todos fomos para o ônibus para primeiro irmos para o museu, que na verdade é a "legislative building" com uma parte que é como um museu, com objetos da Coroa Britânica, já que o Canadá "pertence" ao Reino Unido...












Depois do museu, fomos ao Forks patinar, e eu, com meu braço quebrado que não ia ficar só assistindo todo mundo se divertindo! Patinei também , e nem caí!


 E depois, a melhor parte: jantar italiano de graça!



Foi muito bom ter todos os intercambistas reunidos assim, eu só acho que a escola podia fazer viagens também...maas, tudo bem!

Vejam os outros posts!

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

100 days

Today, December 11th, it's been a hundred days that I am here in Winnipeg. It means 2/3 of my exchange...3 and a half months. Many things were learnt , many moments will in the memory remain, many days became unforgettable, moments of disparation now became reasons to laugh about and tell everyone how awesome is to be an exchange student. Being an exchange student is being able to deal with all kinds of situations, having your head open for all kinds of opinions, respect all kinds of customs, making friends all over the world and being proud of saying that you have been an exchange student.  Besides that, some moments of sadness were passed through these days, but nothing that I could not bring a lesson with me, or even days that I saw pictures of THAT party in my city...and I wasn't there, and some moments in my home country that, for a second, I wished, more than everything, I had the power to be multiplied so that  I could be present that day at the same time I would be here. And, if you are an exchange student, don't waste too much time trying to remember if you had ever felt like this, because you had. But at the same time, you know that when you go back to your home country YOU will be the one telling the craziest and funniest stories to your friends, YOU will be the mature one between your group of friends, YOU will make your parents even prouder of you, you will realise how much it was worth it, how life is good and how awesome it feels to be able to say "I have been an exchange student and I proud of myself."



Um texto que escrevi dedicando a esse post de 100 dias no Canadá, e 51 dias pra voltar.

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

not a good day...

Um post nada esperado para aparecer aqui, pois uma coisa nada boa aconteceu comigo aqui. Enfim, antes que eu tenha que contar uma história toda pra vocês saberem o que aconteceu, já deixo claro agora: quebrei meu braço! Então pra quem quiser saber minha história  do dia 12/12/12 (weird, lol), go ahead:

Era um belo dia como todos os outros, tudo coberto de neve, principalmente as RUAS com o asfalto praticamente como uma pista de patinação de tão escorregadio devido ao gelo (não é nem neve, é gelo que fica), e eu, a Mariana e a Gabriela (mexicana e brasileira que moram comigo) descemos do ônibus e estávamos caminhando do ponto para a casa, como a minha ordinário rotina canadense. No meio do caminho, atravessando a rua, eu levo o maior tombo da história, caindo de costas no asfalto. A minha sorte é que os canadenses dirigem devagar e prestam muita atenção, e o carro que estava vindo parou quando nos viu atravessando a rua (antes do tombo)!
Enfim, cheguei em casa e meu cotovelo estava doendo muito, eu nem mesmo conseguia esticar meu braço mais do que 90º, mas eu não esperava ter quebrado nada. Ainda não tão azarada, quando abri minha bolsa da escola vejo a tela do meu iPod touch QUEBRADA! Ainda estou na dúvida do que doeu mais: ter meu braço quebrado ou ver a tela do iPod toda trincada!

Quando Jay (host father) chegou do trabalho, ele me levou no pronto socorro aqui...mas adivinhem? a inteligente aqui esqueceu os documentos do seguro de saúde NA HOST FAMILY ANTIGA! Por sorte (o que tem faltado por aqui), conseguimos falar com o coordenador do programa e pegar o número de registro do meu seguro de saúde e me registrar quando cheguei no hospital. Já pensou se eu tivesse que ir na outra casa pegar o meus documentos do seguro?? ha ha ha!
Enfim, esperei 3 horas só pra me colocarem na sala do raio-x e depois ser - não muito bem- atendida , e pra ser bem sincera, fiquei de cara com o atendimento público de saúde aqui do Canadá! Acreditem ou não, mas o SUS do Brasil não está muito pior do que aqui...
Quando fui - finalmente - atendida e depois de tirar o raio-x, o médico me falou o nome da fratura que PODIA ter sido. Ou seja, depois de ele ter tirado raio-x e examinado meu braço ele não conseguiu ver se eu tinha ou não quebrado algum osso, ele só falou que podia ser uma tal de "fratura Galeazzi", que pelo que minha mãe como médico no Brasil disse que se fosse essa fratura seria um caso cirurgico. De qualquer forma o médico colocou uma tala de 3/4 de diâmetro do meu pulso até um pouco depois do meu cotovelo e falou para eu voltar em uma semana (dia 20/12) e ele examinaria de novo.
Dia 20/12 estava lá eu de novo, mas outro médico. Quando entrei no consultório, ele examinou meu braço e falou que pelo que ele tinha visto no raio-x era uma fratura de "cabeça de rádio", o que fazia sentido, e não a tal da fratura Galeazzi que o outro cara tinha falado (que seria uma coisa bem complicada). Trocaram meu gesso para um com diâmetro inteiro (bem pior) e tenho que voltar no começo de janeiro para tirar outro raio-x e ver se já dá pra tirar o gesso ou não. Nessa segunda vez no médico eu já consegui mexer meu braço bem mais (quando tiraram o 1º gesso pra trocar) do que da primeira vez que fui, então eu espero que o resultado sejá RÁPIDO porque, olha, não é fácil colocar casacão de inverno com gesso no braço inteiro, tomar banho com um saco de lixo em volta do braço - e a água entrar mesmo assim-, ter que ficar com o braço 90º e não conseguir amarrar meu cabelo (isso é muito angustiante) e não poder fazer nada quando o braço COÇA (mais angustiante ainda!)!  ARGG! :(

E o que me irrita mais é quando, depois de perguntar o que aconteceu com meu braço, os canadense falam: "oh, but look at the good poiont, it's all about a new experience in Canada!"
NÃÃÃO! :@

Anyways, agora o jeito é seguir em frente mesmo com o braço quebrado!
Demorei pra postar mas agora vem um post atrás do outro (I hope so!).
:)

sábado, 1 de dezembro de 2012

Update: WINTERpeg chegando


Mais um tempo sem postar nada aqui, mas tenho um motivo aceitável: a internet aqui na minha nova casa não está funcionando direito e quando funciona cai toda a hora. Foi aqui que tive a “brilhante” ideia (que eu poderia ter tido bem antes) de escrever o post no Word, salvar e depois só copiar e colar no blog! Além de um update dessa semana, esse post é para comemorar meus 3 MESES EM WINNIPEG! O melhor está por vir agora, com o inverno canadense tenho mais opções de lazer aqui, como patinar no gelo, assistir jogos de hockey e até ir esquiar numa (pequena) estação de esqui que tem aqui em Winnipeg!

Começando por fim de semana REtrasado...
sábado fomos no boliche: eu, a Mariana, a Gabriela (brasileira intercambista que está na mesma casa que eu agora), Jay (host father) e as minhas host sisters canadenses, Kaily e Ainsley. Laurie, a host mother, não foi porque estava passando mal, não sei do que. Foi na verdade um bolicha programado pelo programa de intercâmbio da minha escola, então todos os intercambistas e suas famílias foram convidados, embora nem todos tenham ido.
Pra ser bem sincera, achei que por ter sido minha primeira vez jogando boliche, eu ia ser pior, mas até que não; fiz 3 spares!
Domingo, dia 2 de dezembro, fomos na festa de fim de ano do trabalho do Jay. Só tinha criança, e por isso colocaram  uns "brinquedos" de parque de diversão lá (tinha aquela chícara que roda e um tobogã). As meninas nos imploraram para irmos com elas na tal da chícara, e fomos, mas uma vez não foi suficiente, elas foram 6 vezes! Eu desisti depois da segunda vez e deixei a Mariana e a Gabriela "having fun" com elas (risos).

A semana na escola foi a mesma, e pra ser bem sincera, já estou querendo férias, porque ver todo mundo no Brasil indo à PRAIA, e Curitiba (onde eu moro) milagrosamente fazendo 30ºC...dói!
Falando em temperatura, essa semana foi a mais fria da minha vida até agora! - lembremos que ainda vai piorar! Hoje, dia 10/12, fez -24ºC !!! ah, esqueci de contar a sensação térmica: -33ºC! E pra quem não acredita, ou acha que é exagero, é só olhar a foto ao lado:

oh, yeah....NOW I KNOW WHAT THEY MEANT BY "WINTERPEG"!!

Com relação ao meu inglês, nesse 3º mês aqui eu notei que melhorou bastante, principalmente a pronúncia de palavras que eu não pronunciava direito antes....como por exemplo os verbos "live" e "leave" têm uma diferença que antes eu não notava, e agora consigo pronunciá-los diferentemente, e espontaniamente.
Ainda pretendo gravar um vídeo falando em inglês para verem como está meu inglês, porque creio que meus pais queiram saber se estou cumprindo um dos meus principais objetivos aqui (rs).

Este sábado fui ao The Forks patinar no gelo com a Mariana, minha amiga brasileira (Natália) e sua host sister alemã (Luise). Alugamos os patins por $4,00 mas não patinamos por mais de meio hora devido ao frio (-18ºC!), e já combinamos que da próxima vez vamos num lugar fechado patinar, porque...né?? Saí da pista de patinação, lá fora, e fui dentro do Forks, onde tem um mercadinho e umas lojas, e para a minha sorte, uma lareira para descongelar meus dedos do pé depois de ter patinado! Fiquei mais tempo do lado da lareira do que lá fora patinando.

Indo para o Forks, gravei (ou pelo menos TENTEI gravar se a minha câmera não tivesse de gravar no meio) um vídeo esparando o ônibus e falando coisas inúteis:



E pra comemorar os 3 meses, um vídeo da minhas host sisters fofas cantando!! (espero que carregue o vídeo)


video