domingo, 25 de novembro de 2012

Mudança de Host Family

Um título um tanto quanto assustador pra se começar um post, né? Pois é isso mesmo, ontem, dia 21 de Novembro, 53% do meu intercâmbio, mudei de host family, e eu espero do fundo do meu coração que nenhum intercambista tenha que passar por isso no seu intercâmbio! E por que eu não falei antes aqui que eu não estava me dando bem com a minha agora EX-host-family? Porque eu não tinha certeza se eu ia mudar e como as coisas iam ficar até o final do meu intercâmbio e eu ainda m pergunta a se era só uma fase de desentendimentos com eles, mas NÃO! Vou explicar pra vocês o que aconteceu (tentando resumir) .
Se você quiser ler, boa sorte and go ahead:

Bem, como eu já tinha contado pros meus amigos e minha familia - mas não mencionei aqui no blog - eu comecei a ter problemas  com a >>EX<<< host mother (que alívio poder falar "ex"!) desde o final do primeiro mês. Ela estava sendo grosseira constantemente comigo e com a minha host sister mexicana, reclamava de qualquer coisa que fazíamos ou não fazíamos por mais simples que fosse, e eu tenho certeza de que eu estava fazendo tudo que eu deveria, como limpar meu quarto, limpar meu banheiro, colocar a louça na máquina de lavar, limpar e guardar tudo depois de usar, etc, mas é claro que eu não sou - e ninguém é - perfeito. Mas se eu esquecesse de colocar de volta uma caixa de leite na geladeira depois de tomá-lo (o que na verdade aconteceu uma vez), ela surtava, me dava uma praticamente uma lição de moral falando que eu já deveria estar acostumada com a rotina da casa, e minhas desculpas por ter esquecido um objeto imóvel e inofensivo em cima da mesa não eram o suficiente para fazê-la me pedir com GENTILEZA da próxima vez, até porque eu não sou (NEM PERTO) de ser filha dela pra ela achar que pode falar comigo desse jeito. Aliás, nem minha mãe fala comigo assim. Parecia que eu tinha esquecido na mesa uma bomba atômica prestes a explodir, pelo tamanho do escândalo que ela fazia, em vez de me pedir com um tom de voz normal que eu não ficaria ofendida, e entenderia do mesmo jeito que eu esqueci a bomba atômica...quer dizer,  A CAIXA DE LEITE, em cima da mesa!!
Outra coisa que me incomodava, embora possa ser motivo não tão justificável pra eu ficar incomodada, é que eles entravam toda hora no meu quarto, e tudo bem que não é certo ficar trancada no quarto o dia inteiro e eu evitava mesmo ficar, mas um momento de paz de vez em quando todo mundo precisa! Eu pessoalmente sou assim, no Brasil eu passava maior parte do tempo durante semana no meu quarto, seja estudando, seja no computador. Eu entendo que eles tinham que exigir que eu passasse tempo com eles, mas depois do segundo mês passei a evitá-los para consequentemente evitar discussões como a da caixa de leite, o que me deixava extremamente irritada, mas a minha única opção era engolir, engolir, engolir...até o momento que fiquei cheia (digamos que no começo desse mês) e tive que dizer, pra mim mesma: "I'M DONE!". Agora posso dar uma dica por experiência própria aos futuros intercambistas: tentem não deixar esse tipo de problema afetar o resto do seu intercâmbio, mas se você já tiver engolido o suficiente, faça com que esse problema pare por aí, até porque ninguém é obrigado a aguentar por tanto tempo!

Tinham outras coisas que nos incomodavam bastante, mas se eu for contar tudo isso aí vai ficar do tamanho de uma Bíblia! Enfim, desde o começo de novembro tenho trocado emails com um dos coordenadores do programas e a primeira coisa que ele pediu pra eu e a Mariana fazermos era conversar com eles e falar o que a gente não estava gostando. Se não me engano, essa conversa foi dia 5 de novembro e foi mal sucedida. Continuamos contactando o coordenador e ele já estava à procura de uma nova família nova, mas eu disse que queria esperar mais um pouco pra ver se as coisas tomavam o rumo certo, até que eu e a Mariana percebemos que não e já estavamos certas de que queríamos trocar de família. Segunda-feira, dia 19/11, recebemos outro email do coordenador, e ele dizia que  a única opção era irmos para casas diferentes, mas nenhuma de nós queríamos. Depois de uma loonga troca de emails, ele nos falou que conseguiu uma família que estaria disposta a hospedar nós duas aléém da brasileira que eles já tinham, então agora eu estou nessa casa por uma exceção nas regras do programa (porque não é permitido ter dois intercambistas que falem a mesma língua na mesma host family, mas aqui na casa só nos falamos em inglês mesmo)

ENFIM....a família é composta por:
Laurie, a mãe
Jay, o pai
Ainsley e Kaily, as filhas deles de 8 e 9 anos
Mariana, minha host sister mexicana que já estava comigo na outra casa
Gabriela, a intercambista brasileira.

Terça-feira depois da aula o coordenador pegou eu e a Mariana para ir na casa antiga pegar nossas malas e irmos para a nova casa, e  graças a Deus eles não estavam na casa e não precisei passar por THAT AWKWARD MOMENT de ter que me "despedir" deles depois de uma briga ENORME na segunda-feira à noite! 
Estou gostando bastante da família nova, e aqui eu me sinto muito mais em casa do que na outra host family!
A readaptação é um pouco difícil porque eu fico com receio de estar fazendo algo errado, algo que talvez seja diferente da outra casa e tenho que me readaptar...mas estou muito feliz por ter mudado!
Espero que vocês estendam que está semana foi beeem corrida, e por isso que demorei pra postar!


árvore de Natal toda da Disney!






3 comentários:

  1. Nossa, deve ter sido tenso a troca de host family hauhau! Boa sorte com a nova :)

    ResponderExcluir
  2. Adorei a sua atitude de mudar de host family! Não é certo o que ela fazia, se ela não quer intercambistas em sua casa é só não receber.
    Posta fotos da nova intercambista que está contigo?
    Ela não tem blog também?
    bjs

    carol

    ResponderExcluir
  3. Gi, eu mudei de família duas vezes :( Não quero te desanimar, eu espero o melhor pra vc! Mas sério, terceira casa que eu estou e ainda bem que eles são colombianos, comem praticamente a mesma comida do Brasil e gostam de conversar e trocar experiências. Mas achei legal sua atitude, tem que correr atrás mesmo! :) Não é fácil esta vida de intercambista! Mas aprendemos muito com estas coisas! Se cuida linda! Beijão

    ResponderExcluir